Semana de Pedagogia.

ilustrações ???? pequenas e relativas ao tema

No dia 03 de junho de 2013 iniciou a semana de Pedagogia na Faculdade de Pedagogia – ANAEC , localizada na avenida Eurico Soares de Andrade – 730 – Nova Andradina – MS.

Tema:Educação e Diversidade.


Dia 03-06-2013 (Segunda – feira):
Dando inicio a noite a diretora da APAE de Nova Andradina Cleonice Santos de Souza relatou como foi sua trajetória até se torna a diretora da APAE.Dando ênfase ao lema desafiando, conquistando e ultrapassando limites na diversidade. Essa instituição não possui fins lucrativos e é composta por voluntários. Após essa breve introdução um grupo de alunos da APAE fizeram uma belíssima apresentação, mostrando assim que o fato de serem diferente não quer dizer que sejam incapazes, sendo que ambos possuem deficiência intelectual e apenas uma com deficiência auditiva.Pois as crianças permanecem na escola Raio de Sol até o segundo ano do ensino fundamental, quando as crianças avançam para o terceiro ano são inclusos em escolas regulares.A diretora da APAE tem como objetivo constante a inclusão. Dentro da APAE é desenvolvido o projeto CAEE que desempenham diversos projetos para alunos que estão cursando o ensino fundamental sendo que o mesmo é desenvolvido no contra turno. Também são desenvolvidos cursos profissionalizantes, como: auxiliar de cozinha, curso de tapetes, pedreiro, horticultura, jardinagem, limpeza, manutenção de ambiente, entre outros.
No segundo momento, foi a vez da fisioterapeuta Márcia Cristina dos Santos Furtuoso Sartori, que abordou sobre os distúrbios do desenvolvimento neuropsicomotor da criança desde a gestação, pois quando o bebê nasce o seu desenvolvimento motor se modifica.A mesma ainda nos orientou sobre quais são as posições adequadas para crianças , afim de evitar futuras deficiências.
Dia 04 – 06 - 2013 (Terça – feira):
A noite iniciou com apresentações de luta de karatê realizada por três alunos, sendo que os mesmos já venceram vários campeonatos. Logo em seguida a Psicóloga e Psiocodramatista Gisele Gotardi Gomes, iniciou a palestra com o tema: Violência silenciosa:Abuso sexual na Infância.Assim ela apresentou alguns referente ao assunto, sendo que o perfil da vitima 89% são meninas assim estima-se que 1 em cada 6 são meninas, e 1 em cada 9 são meninos. Em relação ao perfil do agressor, na maioria dos casos os indivíduos com essa doença sofreram abusos sexual na infância. Identifica –se com 57,4% são pais das vitimas; 37,2% são padrastos ou pai adotivo. Os sinais e sintomas mais freqüentes na vitimas de violência sexual são: crianças extremamente submissa ou agressiva ou anti-social; dificuldade de concentração na escola; queda repentina do desempenho escolar; ausência de confiança nos adultos; alterações no sono; entre outros.Dessa forma ela nos alertou sobre a necessidade de se ter um olhar cuidadoso e atento para assim percebermos quando uma criança esta sofrendo abuso sexual.
No segundo momento a Drª Jaqueline Machado , juíza da vara da infância e juventude deu continuidade ao assunto voltado para a Violência Doméstica contra Crianças e Adolescentes (prevenção papel essencial do profissional).Sendo que hoje a família é um dos principais grupos de risco para crianças e adolescentes,pois a prevenção é a forma mais eficaz de combater e é através da notificação aos órgãos competentes, os familiares e os vizinhos.A observação , o dialogo e o contato sistemático com a criança e seus familiares poderão auxiliar na identificação precoce do fenômeno e conseqüentemente na intervenção imediata e eficaz. Dessa forma ela abordou a importância de nós como professores denunciar quando houver a suspeita de abuso sexual, agressão física, ou alguma outra violência.Assim ainda relatou o medo que os profissionais possuem em denunciar devido a falta de proteção, no entanto ela nos esclareceu como nos professores podemos denunciar, e como a justiça nos ampara em caso de ameaças.
Em um terceiro momento dando continuidade a noite a mestre de letra Leide Laura Breguedo com o tema História e Estória como contar através das mídias. Assim logo de inicio ela enfatizou a importância de contar historia utilizando as tecnologias.O professor precisa ter conhecimento da importância de contar história.
Dia 05 – 06 - 2013 (Quarta – feira):
A Professora Regina Célia Dan, abordou o tema ‘‘Gêneros, masculino e feminino’’: O que é masculino e feminino; dando ênfase a diferença entre os sexos como a desigualdade ocorre desde a Educação e nas relações interpessoais.Assim ela apresentou as diferenças entre gênero e sexo, mostrando a desigualdade entre o sexo feminino e o sexo masculino, e quais são as desvantagem que isso acarreta tanto em termo financeiro, como nos físicos da população. Dessa forma a mesma nos orientou como trabalharmos na escola visando a equidade de gênero assim nos apresentou sugestões e atitudes como: evitar filas de meninos e meninas, discutir e eliminar piadas racistas e com preconceitos contra mulheres e homossexuais, usar o mesmo tom de voz para se dirigir a meninos e meninas, evitar dar bronca nos meninos dizendo “você parece menina” ou “você é bagunceira parece menino”, evitar a diferenciação de brinquedos para meninos e meninas, entre outros.
No segundo momento a professora de língua portuguesa Marilza sobrenome abordou o tema Gêneros textuais.Assim a mesma iniciou esclarecendo o que é gênero textual, sendo que o mesmo esta em toda parte, e assim devemos usá-lo em sala de aula. A mesma ainda relatou que os gêneros textuais são fenômenos históricos profundamente vinculados a vida cultural e social.Dessa forma torna-se necessário despertar em nossos educando a criticidade, mostrando ao mesmo diferentes gêneros inclusive os que não são usados nos dias atuais como a carta, o telegrama entre outros. Sendo assim é preciso grande dedicação e pesquisa do docente, ao trabalhar a diversidade dos gêneros textuais, para assim se obter os melhores resultados na educação.
Dia 06 – 06 - 2013 (Quinta – feira):
Dando inicio a noite o professor Anailton de Souza Gama teve como tema Educando na Diversidade Cultural. Assim ele abordou a importância de apresentar ao educando a diversidade cultural existente.Dessa forma nos apresentou diversas culturas, e nos mostrou que ter múltiplas identidades e cidadanias não significa ausência de lealdade nacional.Sendo assim cultura é um processo de encontro, troca, contato e interação e desta forma precisamos compreender a cultura do outro para vivermos em harmonia, e na prática de educar devemos nos conduzir a conviver com as diferenças, pois vida é pluralidade e é este fato que faz a raça- humana, a espécie.
No segundo momento foi a vez Professora Nilcemar Martins Costa, atuante na Escola Estadual Austrílio Capilé Castro,na qual abordou os benefícios que a Escola em Tempo Integral pode trazer. Ela relatou e esclareceu como o funciona o programa ‘‘Mais Educação’’, que está inserido no ensino médio inovador e no projeto jovem de futuro que contém uma enorme diversidade cultural, envolvendo leitura e letramento, cultura corporal e outras atividades relacionadas.
Posteriormente o Professor e Coordenador da Escola Estadual Fátima Gaiotto Augusto Teixeira deu continuidade e encerramento a programação da noite, esclarecendo como funciona a modalidade de ensino da EJA III (Educação de Jovens e Adultos III), ele apresentou informações importantes como a idade necessária para o ingresso de alunos, as modalidades de ensino oferecidas, métodos específicos as clientelas atendidas, e a carga horária seguida.
Dia 07 - 06 - 2013 (Sexta – feira):
Encerrando a semana de Pedagogia foi a vez da Professora Mestre Maria Ines Porto Contro abrilhantar a noite, abordando o tema “Aprender tem que ser Gostoso!!!" Ela apontou que a educação está em nossas mãos, assim o mundo está em nossas mãos pois tudo depende de nós.Dessa forma para que o mundo se torne melhor é necessário que se haja uma formação melhor. Pois a educação possui dois aspectos como o formativo que vai acontecendo ao longo da vida por meio de experiências vivenciadas; e o informativo que é o processo pelo qual a sociedade transmite herança cultural por meio de instrução formal. Hoje em dia requer educar para Ser, Conviver, Conhecer e Fazer. A criança e o adolescente está naturalmente disposto a aprender tudo que se relaciona a sua própria necessidade e o meio em que vive, no entanto é necessário que o mesmo tenha motivação pois só agimos se temos um motivo uma razão, os motivos são ativadores do organismo, orientadores de comportamento, reforçadores de comportamento.Existe duas fontes de motivação a interna que faz parte do seu ser como hábitos, atitudes e instintos; e a externa que é o professor, o educador, pois o “fundamental não é o que o professor diz ou ensina,mas o que ele mesmo é”. Portanto a Aprendizagem é continua, gradativa e dinâmica.E para finalizar a professora nos deixou duas mensagens:
“Educador: faça de seu trabalho uma obra-prima digna de ser admirada!”
“Quem não vive o espírito do seu tempo, do seu tempo aproveita apenas os males”
Autor: Voltaire.
Visto - 14/07/2013.

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License